- PUBLICIDADE -

Imunização de professores para retorno em agosto – Agência Brasília

Author

Categories

Share


O GDF está focado em concluir a vacinação dos professores e dos demais servidores da rede pública de ensino até o final desta semana para permitir o retorno das aulas presenciais no dia 2 de agosto. Até agora, 20 mil doses únicas foram disponibilizadas para a categoria e 12.810 pessoas se vacinaram. Os professores também serão o único grupo que terá a antecipação da segunda dose das vacinas AstraZeneca e Pfizer.

O GDF está estudando antecipar a D2 para 60 dias ao invés de esperar o intervalo de 90 dias. Mas a preocupação agora é completar a imunização de quem tomou a primeira dose e já poderia ter tomado a segunda | Foto: Paulo H. Carvalho/Agência Brasília

“Apenas os professores serão tratados como grupo e os que tiverem tomado AstraZeneca e Pfizer terão a D2 antecipada”Gustavo Rocha, secretário da Casa Civil

A novidade foi anunciada na tarde desta segunda-feira pelos secretários de Saúde, Osnei Okumoto, e da Casa Civil, Gustavo Rocha. Segundo eles, a Secretaria de Saúde do DF está estudando antecipar a D2 para 60 dias ao invés de esperar o intervalo de 90 dias. Mas, neste momento, a preocupação é completar a imunização de quem tomou a primeira dose e já poderia ter tomado a segunda. Confira o vídeo da coletiva:

Neste fim de semana, 11 mil pessoas já completaram o prazo de 90 dias e eram esperadas nos postos de vacinação no fim de semana, mas apenas mil tomaram a D2. “Apenas os professores serão tratados como grupo e os que tiverem tomado AstraZeneca e Pfizer terão a D2 antecipada”, ressaltou Gustavo Rocha.

O secretário da Casa Civil pediu que professores que estiverem na lista se apressem para buscar a imunização porque as doses serão remanejadas em breve. “Há quase 8 mil doses que ainda não foram aplicadas. Há um entendimento de que essas pessoas já podem ter se vacinado em outros grupos, como comorbidade. Mas a Secretaria de Saúde está fazendo a análise dessa vacinação e essas doses podem ser remanejadas para terminar a imunização da rede privada”, afirmou.

Outros públicos

Segundo Gustavo Rocha, 1,4 mil doses foram disponibilizadas para catadores e 1.145 foram aplicadas, “uma procura relevante desde quinta-feira”, ressaltou. Ele também citou que 60% das pessoas com 46 e 47 anos já se vacinaram com a primeira dose e ressaltou que a imunização dos mais velhos têm mudado o perfil das contaminações pelo coronavírus no DF. Neste ano, a faixa etária que mais teve casos foi a de 30 a 39 anos.

“Foram 49.776 casos até o dia de hoje, sendo que o ano passado inteiro foram 66 mil. Lembrando que ainda não começou a vacinação desse público e a queda de casos e mortes nas faixas etárias mais elevadas deve-se muito à vacinação”, disse.

Os secretários também afirmaram que a Secretaria de Saúde pretende avançar a vacinação contra a covid-19 no Distrito Federal para mais faixas etárias na semana que vem. Está previsto para chegar ao DF, até sexta-feira, mais doses de imunizantes contra a doença. Com a nova remessa, a Secretaria de Saúde vai abrir agendamento para maiores de 38, 39 e 40 anos, além de reabrir a marcação para as pessoas de 41 anos.

Em coletiva de imprensa na tarde desta segunda-feira (12) no Palácio do Buriti, eles contaram que, após inúmeras reuniões, o Ministério da Saúde se comprometeu a readequar as doses da vacina enviadas ao DF. Segundo o Ministério, os dados do IBGE que contabilizavam a população residente no DF estavam desatualizados. “Eles também consideraram a aplicação de 171 mil doses que fizemos em moradores de outros estados”, explicou Osnei Okumoto.

Galeria de Fotos

Coletiva sobre as ações do GDF no combate à covid-19



Source link

Author

Share