Equipe do Ministério da Saúde vem ao Acre para acompanhar vacinação em caráter excepcional nas regiões de fronteira

Author

Categories

Share

O Acre foi o primeiro estado a receber a visita de Rodrigo Cruz, secretário executivo, e Márcio Arbachdo, diretor de programas da Secretaria Executiva, ambos do Ministério da Saúde (MS). Na manhã desta sexta-feira, 23, a equipe do governo federal aterrissou em solo acreano, e logo em seguida, se deslocou para Plácido de Castro, município a 75 quilômetros de Rio Branco, na fronteira com a Bolívia.



Técnicos da Secretaria de Estado de Saúde do Acre com a equipe do Ministério da Saúde em reunião na sede da pasta; profissionais se deslocaram para Plácido de Castro Foto: Taís Nascimento/Asscom
Equipe do Ministério da Saúde em visita ao Acre. Foto: Taís Nascimento

“A agenda é em decorrência da última remessa de vacinas contra a Covid-19 para imunizar em caráter excepcional as populações das áreas de fronteira, explica a secretária de Estado de Saúde do Acre, Paula Mariano. A comitiva do governo federal também foi informada, em reunião com a secretária, sobre as estratégias utilizadas pelo Acre no enfrentamento da pandemia.



Governador Gladson Cameli com então secretário de Saúde, Alysson Bestene, no primeiro semestre deste ano, durante chegada de mais um lote de vacinas contra a Covid-19 Foto: Diego Gurgel/Secom

Além de Rodrigo Cruz, Márcio Arbach e Paula Mariano participaram também da agenda o secretário executivo do MS no Acre, Éden Miranda e as secretárias adjuntas Adriana Lobão (Assistência à Saúde) e Muana Araújo (Executiva).




Técnicos do Ministério da Saúde no momento da chegada de lote de vacina contra o Coronavírus no Acre Foto: Junior Aguiar/Secom

“Brasileiros que moram em estados que fazem fronteira com outros países estão tendo prioridade na vacinação contra a Covid-19. Nós, do Ministério da Saúde, começamos a enviar doses de vacinas para imunizar essa população, com o objetivo de reforçar a proteção nessas localidades para conter o avanço de possíveis variantes do vírus”, ressalta Cruz.




Profissionais de Saúde acomodam em bandeja doses de vacina de combate à Covid-19 no Acre Foto: Diego Gurgel/Secom

No total, já foram distribuídas, somente nas primeiras 48 horas que o programa foi instituído, pelo menos 4 milhões de doses da AstraZeneca/Oxford, produzidas no Brasil pela Fiocruz. Em um primeiro momento, os estados do Mato Grosso, Rio Grande do Sul, Paraná e Rondônia receberam doses a mais para vacinar os moradores de suas fronteiras, o que contempla 50% dessa população.




Renata Quiles, coordenadora do Programa Nacional de Imunização no Acre, da Secretaria de Estado de Saúde, prepara dose do imunizante Astrazeneca Foto: Odair Leal/Secom

No Acre, além de Plácido de Castro, estão sendo contemplados os moradores de Brasileia, Epitaciolândia e Assis Brasil, no Alto Acre, incluindo a população de 18 anos.





Source link

Author

Share