- PUBLICIDADE -

Como tirar espinha interna? Conheça as melhores dicas

Author

Categories

Share


A acne do geral é um pesadelo para qualquer pessoa, principalmente para aquelas que têm a pele oleosa e sofre mais com as espinhas. No entanto, as espinhas internas podem ser um problema maior ainda. Isso porque, além do incômodo causado por elas, é mais complicado saber como tirar espinha interna corretamente.

Cientificamente chamada de acne nódulo-cística, a espinha interna surge na segunda camada da pele, a derme, por isso sua remoção é tão difícil. Diferente da espinha normal, que se forma em camadas mais superficiais da pele, a espinha interna não tem para onde sair. Por isso, tentar removê-la espremendo pode gerar uma inflamação ainda maior.

Além disso, as espinhas internas podem causar cicatrizes e manchas na pele. Isso ocorre porque a acne nódulo-cística danifica a membrana que separa a primeira camada da pele da segunda. É nessa membrana que estão presentes as células responsáveis por deixar manchas de pós-inflamação da acne.

Como surge a espinha interna

Fonte: Se liga saúde

A espinha interna é muito comum em adolescentes devido ao desequilíbrio hormonal. No entanto, alguns fatores como estresse, ansiedade, período pré-menstrual, má alimentação, muita exposição ao sol e o consumo de corticoides e suplementos de vitamina B, podem levar a seu aparecimento na fase adulta. Elas se formam devido ao excesso produção de sebo pelas glândulas sebáceas, que se acumula na pele.

A ação de bactérias que se formam na região interna da pele, ao redor dos folículos pilosos, também é responsável pela formação de espinhas internas. Ademais, existem diferentes tipos de lesões causadas pela espinha interna. As infamatórias são aquelas formadas por elevações de pus (pústulas), elevações avermelhadas (pápulas) e caroços vermelhos (nódulos). Já as espinhas internas não-inflamatórias são formadas por pontos mais discretos branco-amarelados.

Como remover a espinha interna

A primeira coisa que você deve saber sobre como tirar espinha interna é: não fure ou esprema. Como já dissemos antes, isso irá aumentar a inflamação e deixar cicatrizes na pele. Além do mais, essa não é uma solução, pois a secreção não irá sair. O mais recomendado é procurar um dermatologista, que irá receitar o melhor tratamento. Alguns tratamentos são por via oral, com o consumo de antibióticos ou isotretinoína, que irá ajudar a diminuir a produção de sebo.

Entretanto, existem alguns tratamentos caseiros para tirar espinha interna que podem ajudar sem danificar a pele. Conheça esses tratamentos a seguir.

Gelo

Fonte: Casa Abril

Uma das soluções indicadas é colocar gelo na região afetada. Aplique o gelo sobre um pano na região por 5 minutos e afaste o gelo por 10 minutos. Repita o processo por uma hora até que a espinha desapareça.

Vapor

O calor também pode ajudar a resolver o problema. Por isso, ferva um pouco de água e coloque em um recipiente deixando o vapor chegar até a parte da pele afetada pela espinha interna. O calor liberado pelo vapor irá abrir os poros, eliminando a espinha e também os cravos.

Água quente

Outro método de tirar espinha interna utilizando o calor é com água quente. Assim, faça uma compressa de água quente com um tecido ou algodão e deixe na região com a espinha por alguns minutos. Observe bem e repita esse processo até que ela desapareça completamente.

Esfoliação

Fonte: Claudia

A esfoliação é um ótimo método para manter a pele limpa e remover as células mortas. Dessa forma, apostar em uma leve esfoliação uma vez por semana é uma ótima alternativa para remover as espinhas internas e outras impurezas da pele.

Como evitar espinha interna

Para evitar que espinhas internas surjam, alguns cuidados básicos com a pele devem ser tomados. Uma rotina de cuidados com uma boa higienização da pele para remover partículas de poluentes, o uso adequado de protetor solar e hidratação são as principais medidas que devem ser tomadas para evitar os cravos e as espinhas.

Além disso, a alimentação é fundamental. Por isso, evite alimentos muito gordurosos, como frituras, e com pouco valor nutricional, pois eles influenciam muito na produção de sebo da pele, o que leve à acne. Quando for lavar o rosto, prefira sabonete antisséptico, para eliminar as bactérias que causam a acne nódulo-cística. Além disso, escolha produtos que sejam adequados para o seu tipo de pele, assim, sua pele não produzirá mais oleosidade ou ficará ressecada.

Saiba mais sobre como cuidar da sua pele no site da loja online Pele de Pêssego.

Fontes: NSC Total Tua Saúde Derma Club

Imagens: Ana Maria Braga Se liga saúde Casa Abril Claudia

Essa matéria Como tirar espinha interna? Conheça as melhores dicas foi criada pelo site Área de Mulher.

Fonte: Área de Mulher



Source link

Author

Share