Canadá quer pousar rover na Lua até 2026

Author

Categories

Share


Nos próximos cinco anos, mais um país deve chegar à Lua. A Agência Espacial Canadense (CSA, na sigla em inglês) quer pousar o próprio rover na superfície do satélite natural da Terra até 2026. Para isso, o Canadá vai contar com a ajuda da Nasa, informou o governo do país em comunicado nesta quarta-feira (26).

Por enquanto, a agência canadense procura duas empresas do país para desenvolver conceitos e instrumentos científicos para o veículo lunar. O investimento em iniciativas de tecnologia de exploração lunar será de C$ 3 milhões (R$ 13 milhões, na cotação desta quarta), valor anunciado pelo ministro da inovação, ciência e indústria François-Philippe Champagne.

publicidade

Leia mais:

“Ao investir no vibrante setor espacial do Canadá, estamos dando aos empreendedores, criadores, engenheiros, cientistas e pesquisadores canadenses a oportunidade de fazer avançar a ciência e a tecnologia e fazer parte da crescente economia espacial global”, disse Champagne.

O ministro acrescentou que os resultados dos esforços “vão melhorar a vida de todos, no espaço e na Terra“. “Eles também colocarão o Canadá na vanguarda da inovação espacial e, ao mesmo tempo, criarão os bons empregos de amanhã”, completou.

eclipse lunar nasa
Se conseguir, o Canadá será o quarto país a explorar a Lua. Imagem: Nasa

Caso realize o desejo, o Canadá será o quarto país a explorar a superfície da Lua. Até agora, União Soviética, Estados Unidos e China foram as únicas nações a conseguir pousar com sucesso no satélite. Outros já tentaram, como Índia e Israel, em 2019, mas falharam e não completaram o caminho até a superfície lunar.

Além do rover próprio na Lua, o Canadá também trabalha na construção de um braço robótico articulado, o Canadarm3, para a Lunar Gateway, futura estação espacial em órbita lunar, da Nasa. O laboratório vai servir de centro de comunicações, laboratório de ciências, módulo de habitação de curto prazo e área de espera para rovers e outros robôs, um “trampolim” para viagens até a Lua e espaciais profundas.

O Canadá já enviou um braço à Estação Espacial Internacional (ISS). O Canadarm2 tem 16,7 metros e fica na parte externa do laboratório na órbita da Terra. Com os novos investimentos, a CSA espera gerar 21 mil empregos e ter como retorno C$ 2,4 bilhões (R$ 10,6 bilhões).

Via: Futurism

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!





Source link

Author

Share