Após pressão de Salles, coordenador de Economia Verde é exonerado da Economia

Author

Categories

Share


Presidente da República, Jair Bolsonaro durante coletiva com a imprensa com o Ministro de Estado do Meio Ambiente, Ricardo Salles, Ministro de Estado das Relações Exteriores, Ernesto Araújo e Ministro de Estado do Gabinete de Segurança Institucional, General Augusto Heleno.

(Foto: Marcos Corrêa/PR)

A exoneração do coordenador de Economia Verde do Ministério da Economia, Gustavo Fontenele, está diretamente associada à pressão feita pelo ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, devido a divergências sobre as regras que vão balizar a abertura do mercado de carbono e emissões no País.

A informação publicada pelo colunista Lauro Jardim, de O Globo, foi confirmada pela reportagem. Fontenele deixou o posto, por decisão de Carlos da Costa, secretário de Produtividade, Emprego e Competitividade do Ministério da Economia, após pressão de Salles.

A exoneração foi publicada no dia 10 de maio no Diário Oficial da União. Gustavo Fontenele vinha assessorando o governo em uma série de projetos estratégicos da área de infraestrutura, envolvendo processo de licenciamento ambiental.

Source link

Author

Share