No Paraná, novo decreto amplia toque de recolher em 1h e fecha

Author

Categories

Share


O Paraná passou da marca de  1 milhão de pessoas contaminadas pelo coronavírus e mais de  24 mil mortes. Na ultima semana os números de casos e mortes voltaram a subir. A Secretaria de Estado da Saúde divulgou na última segunda-feira (17) mais 2.366 casos e 32 mortes pela Covid-19 no Paraná. Em razão do aumento do contágio da Covid-19 no Paraná, o Governo do Estado publicou nesta segunda-feira (17) o decreto 7.672/21, que amplia as medidas restritivas de enfrentamento da pandemia.

Entre as principais alterações, que irão vigorar até o dia 31 de maio, está a mudança do toque de recolher das 23h para 22h até 5h do dia seguinte e o fechamento do comércio e de atividades não essenciais aos domingos.  Isso se aplica a restaurantes, shopping centers, academias e comércio em geral. Nos outros dias da semana poderão abrir ao público das 10h às 22h com 50% de ocupação. Aos domingos e fora desses horários, durante a semana, só será permitido o atendimento na modalidade delivery.

::Lockdown funciona: veja exemplos de cidades que diminuíram o contágio com a medida::

Essenciais: Serviços e atividades essenciais, como supermercados, farmácias e clínicas médicas, não terão que atender as regras de toque de recolher e de funcionamento. Os serviços considerados essenciais estão especificados no decreto 4.313, de 21 de março de 2020.

E, continuam proibidas atividades que causem aglomerações, como casas de shows, circos, teatros e cinemas; eventos sociais e atividades correlatas em espaços fechados, como casas de festas, de eventos, incluídas aquelas com serviços de buffet; os estabelecimentos destinados a mostras comerciais, feiras, eventos técnicos, congressos e convenções; casas noturnas e correlatos; além de reuniões com aglomeração de pessoas, encontros familiares e corporativos.

Curitiba

A Prefeitura de Curitiba informou que até quarta feira, 19/05, irá definir se haverá novo decreto e a mudança para a bandeira vermelha.

Fonte: BdF Paraná

Edição: Lia Bianchini



Source link

Author

Share