Governo vê risco para a privatização da Eletrobras e busca mudar parecer de relator na Câmara; ações caem

Author

Categories

Share


(Eletrobras)

SÃO PAULO – Às vésperas da análise pela Câmara dos Deputados sobre a Medida Provisória (MP) nº 1.031, que trata sobre a capitalização da Eletrobras (ELET3;ELET6), a expectativa pela aprovação em breve da privatização da companhia deu lugar a uma maior incerteza, conforme mais informações sobre o parecer do deputado Elmar Nascimento (DEM-BA), relator da MP, foram sendo revelados.

As reviravoltas sobre a privatização da Eletrobras acabam sendo sentidas na Bolsa: no dia 11 de maio, em meio à expectativa da apresentação do relatório do parlamentar, as ações ELET3 subiram 6,54% e as ELET6 avançaram 4,54%; um dia depois, com os investidores repercutindo alguns novos pontos do texto que foram divulgados, os papéis ON caíram 5,18% e os PN tiveram baixa de 3,47%, para se recuperarem na sessão anterior e ficarem quase estáveis na sexta. Nesta segunda-feira (17), os papéis ELET3 caíam 2,51%, a R$ 38,84, enquanto os ELET6 tinham baixa de 2,71%, a R$ 38,78, de acordo com cotação das 14h45 (horário de Brasília).

A primeira versão do texto foi entregue a líderes da Câmara na semana passada pelo deputado e, conforme mais informações foram divulgadas ao longo do dia, o conteúdo não agradou o governo federal, com a avaliação de integrantes do Ministério da Economia e da Casa Civil de que o texto pode inviabilizar a privatização da empresa de energia estatal. Desde então, algumas reuniões estão sendo feitas para que o texto seja mudado, segundo fontes ouvidas pelo InfoMoney.

Inscreva-se.





Source link

Author

Share