Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação em novo endereço – Agência Brasília

Author

Categories

Share


A Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Seduh) está mudando para um novo endereço, localizado no Setor Comercial Norte (SCN), Quadra 1, Bloco A do edifício Number One, no início da Asa Norte. Devido à transferência da sede, o atendimento presencial ao público estará suspenso temporariamente, sendo retomado a partir do dia 20 de agosto. Nesse período de transição, o atendimento à população será feito pelos canais virtuais, que continuam funcionando normalmente.

As demandas relacionadas à Central de Aprovação de Projetos (CAP) são atendidas pelo endereço eletrônico www.cap.seduh.df.gov.br. Na Subsecretaria de Parcelamentos e Regularização Fundiária (Supar), o e-mail para protocolar os documentos é coap@seduh.df.gov.br. Para protocolos em geral, o e-mail é gepra@seduh.df.gov.br. Já a Ouvidoria recebe demandas pelo endereço www.ouv.df.gov.br/#/ e o telefone 162.

O novo endereço da Sedu é no Setor Comercial Norte (SCN), Quadra 01, Bloco A do edifício Number One, no início da Asa Norte | Foto: Divulgação Seduh

Conforme o cronograma, a previsão é que até 26 de agosto toda a pasta tenha sido realocada para o novo endereço.

Para garantir maior tranquilidade aos servidores e agilidade durante a mudança, o processo foi dividido em cinco etapas.

Ele teve início na segunda-feira (9), com a transferência de todo o gabinete da Seduh para o edifício da Asa Norte.

Depois disso, seguiram as áreas responsáveis por protocolos e atendimento ao público, como a ouvidoria e a CAP.

Nos próximos dias, será a vez das demais subsecretarias da pasta continuarem com o processo. O último dia será reservado para transferir todo o arquivo da Seduh para o novo endereço.

Motivo

A mudança foi necessária uma vez que a pasta ocupava há décadas uma edificação no Setor Comercial Sul (SCS) construída em 1974, que precisa passar por obras de manutenção nas redes elétrica, hidráulica, de ar-condicionado e internet, além de adequações em geral, especialmente para atender as normas de acessibilidade vigentes.

Além disso, o prédio já não mais possui espaço físico suficiente para acomodar os 500 servidores da pasta, além de 30 estagiários, oito reeducandos e 40 colaboradores terceirizados (limpeza, brigadista e vigilância).

Esta situação foi, ainda, agravada pela atual necessidade de maior distanciamento social durante a pandemia, para assegurar condições sanitárias mínimas ao trabalho desempenhado.

Também era importante um espaço mais adequado para o atendimento ao público que busca os serviços da Seduh diariamente. O local era compartilhado com a Companhia de Desenvolvimento Habitacional do Distrito Federal (Codhab), não sendo possível oferecer as condições sanitárias necessárias para este momento.

* Com informações da Seduh



Source link

Author

Share