Mês da Primeira infância: gestores municipais apresentam projetos inovadores no atendimento às famílias do Programa Criança Feliz

Author

Categories

Share

O evento ocorreu nessa segunda-feira (9) e foi transmitido pelo canal da SPSCeará no YouTube

Experiências compartilhadas por carta entre mães. Visitadoras que dialogam e respeitam a cultura indígena. Uma kombi repleta de elementos lúdicos circulando áreas vulneráveis. Essas são algumas experiências dos municípios cearenses que, no mês da primeira infância, a Secretaria da Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos (SPS) compartilha, ressaltando a política pública em defesa do desenvolvimento infantil. Durante toda a segunda-feira (09), gestores municipais e coordenadores do Programa Primeira Infância no SUAS/ Criança Feliz apresentaram experiências inovadoras com famílias em situação de vulnerabilidade no Estado.

O encontro virtual está disponível no canal da SPSCeará no YouTube. As ações integram o Criança Feliz, linha de ação do Programa Mais Infância Ceará, idealizado pela primeira-dama do Estado, Onélia Santana. O Criança Feliz está presente nos 184 municípios cearenses. Participaram da transmissão os municípios de Quixadá, Canindé, Itarema, Araripe, Aquiraz, Pacujá, Campos Sales e Moraújo.

Valnice da Silva mora na Lagoa da Encantada, comunidade indígena, no município de Aquiraz, onde vive o povo Jenipapo-Kanindé. Mãe do pequeno José Henrique, ela integra as mais de 111 mil famílias cearenses contempladas com as 4,3 milhões de visitas domiciliares realizadas pelo projeto. “Os médicos diziam que meu filho não ia se desenvolver, que teria dificuldades para falar e andar, o que a princípio me deixou em pânico. Aos poucos, com as visitas constantes e o apoio das profissionais do Criança Feliz, ele foi vencendo as dificuldades e começou a andar, falar e escrever mais cedo do que imaginava. Foi uma conquista muito grande e eu devo isso ao programa Criança Feliz”, conta a indígena.

Em Aquiraz, as visitadoras trabalham com mães e crianças indígenas, respeitando os saberes e tradições ancestrais. Anaila Carvalho, coordenadora do Programa Criança Feliz em Aquiraz, destaca que vem observando uma evolução muito positiva nas políticas de atenção à primeira infância.“Para nós, que atuamos na linha de frente desta política no Ceará, é gratificante ver de perto histórias como a da Valnice e de tantas outras mães que hoje têm conhecimento e sabem como desenvolver as potencialidades de seus filhos através da brincadeira e do lazer”, explica a coordenadora. “Hoje, se nós temos a confiança e a porta da Valnice aberta para nossa equipe é porque desenvolvemos um trabalho de respeito mútuo, sempre atentos à cultura do povo Jenipapo-Kanindé e às necessidades específicas dentro da realidade em que vivem”, comenta Anaila. Atualmente, o programa beneficia 54 usuários da comunidade indígena da Lagoa da Encantada, e atende 500 famílias em todo o município.

O Criança Feliz é um programa do Governo Federal, que em parceria com o Governo do Ceará atua com foco no atendimento a gestantes e crianças de até três anos de idade, inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal e crianças de até seis anos que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC).

Em Araripe, uma iniciativa também vem conquistando as 150 famílias do município contempladas no Criança Feliz. “Em meio à pandemia, tem sido um alento para as mães atendidas pelo programa receber uma carta do Correio de Afetos”, explica o secretário municipal de Assistência Social, Eric Rocha.

O Correio de Afetos começou em maio deste ano. Uma mãe, que já está na sua terceira ou segunda gestação, escreve uma carta com suas experiências, abordando as transformações no seu corpo, as dificuldades com o aleitamento materno ou suas formas para lidar com a maternidade. A carta é entregue pelas visitadoras a uma gestante que esteja na primeira gravidez e que poderá encontrar nestes relatos um conforto. Hoje, o secretário municipal comemora essa rede de conexões que as cartas estão criando. Elas viajam pelo município em uma caixinha levada pelas visitadoras do Programa, que acompanham a escrita e a leitura das cartas junto às mães assistidas pelo Criança Feliz.

A titular da SPS, Socorro França ressalta que o Criança Feliz é o maior programa de visitação domiciliar voltado à primeira infância. “Nós temos desenvolvido uma política de estado aqui no Ceará voltada para a primeira infância, e isso se deve muito ao empenho da professora Onélia, que através do Mais Infância Ceará vem atuando em diversas frentes, seja na saúde, educação, assistência social e diversas outras áreas, a fim de levar o acesso das famílias mais vulneráveis aos serviços públicos”, pontua a gestora. A secretária parabeniza a criatividade dos municípios para estar perto das famílias e trabalhar de forma coletiva o desenvolvimento infantil.

A Estação da Alegria foi outra experiência apresentada na transmissão. A Estação é um projeto que iniciou em fevereiro deste ano, em Campos Sales, em que uma kombi circula a cidade levando atividades culturais e educativas para as 340 famílias da cidade atendidas pelo Criança Feliz. O secretário de Assistência Social do município, Paulo Roberto Alves, aponta que a Estação da Alegria leva cultura e conhecimento às famílias mais vulneráveis de Campos Sales. “Neste momento de pandemia muitas crianças não podem ir ainda para as creches, frequentar bibliotecas, e a kombi foi a forma que encontramos de levar até eles estas atividades de uma forma lúdica e leve. Além destas atividades, nós também utilizamos este transporte para buscar as gestantes em suas casas e levá-las ao Cras para que tenham o devido acompanhamento das assistentes sociais e psicólogas destes equipamentos”, conta Paulo.

Programação

11 de Agosto (quarta-feira)

9h às 12h – Lançamento da Campanha do Aleitamento Materno com Silvana Simões (Coordenadora do Programa Primeira Infância no SUAS / Criança Feliz) e Dagmar Soares (Coordenadora do programa Mais Infância Ceará) e Luzia Laffite

16, 17 e 18 de Agosto (segunda, terça e quarta)

Manhã (9h às 11:50h) e Tarde (14h – 17h) – 2ª Encontro Comitê Intersetorial da Primeira Infância

16 de Agosto (segunda-feira)

14h às 15h – Live: Agentes Sociais Programa Mais Infância Ceará: Um Olhar Intersetorial Agentes Sociais com Silvana Simões (Coordenadora do Programa Primeira Infância no SUAS / Criança Feliz) e Dagmar Soares (Coordenadora do programa Mais Infância Ceará) e Luzia Laffite

19 de Agosto (quinta-feira)

8h30 às 12h – Seminário Fortaleza – Diálogos e Desafios Metodológicos (Promundo) em Tempo de Pandemia com a coordenação Estadual do PCF e Município





Source link

Author

Share