Fé e celebração no Lago em homenagem a Dom Bosco

Author

Categories

Share

“O sonho de Dom Bosco não é um sonho simplesmente humano, representa a percepção de que Deus sempre está olhando por nós. O sonho de Dom Bosco toma forma através de um outro homem sonhador, Juscelino Kubitschek, que foi capaz de construir aqui a capital. O sonho faz parte da vida de um povo”Dom Paulo Cezar Costa, arcebispo de Brasília

Na manhã deste domingo (29), uma missa campal marcou o retorno da Procissão Náutica de Dom Bosco, que não ocorria havia 10 anos no Lago Paranoá. A cerimônia religiosa foi celebrada por Dom Paulo Cezar Costa, arcebispo de Brasília, e contou com a presença do governador Ibaneis Rocha, que estava acompanhado da primeira-dama Mayara Noronha Rocha e do filho Mateus.

A Procissão Náutica de Dom Bosco nas águas do Lago Paranoá celebra os 138 anos do sonho do padre italiano e os dez anos de operações da Capitania Fluvial de Brasília. No século XIX, Dom Bosco teve a visão de que uma nova e revolucionária civilização nasceria no local onde Brasília foi construída, às margens de um lago, de onde jorraria leite e mel.

Durante a homilia, o arcebispo de Brasília ressaltou o vínculo entre o padroeiro e a história da cidade. “O sonho de Dom Bosco não é um sonho simplesmente humano, representa a percepção de que Deus sempre está olhando por nós. O sonho de Dom Bosco toma forma através de um outro homem sonhador, Juscelino Kubitschek, que foi capaz de construir aqui a capital. O sonho faz parte da vida de um povo”, afirmou Dom Paulo Cezar Costa.

O governador Ibaneis Rocha acompanhou a procissão acompanhado pela primeira-dama, pelo filho e por secretários de governo | Foto: Lúcio Bernardo Jr/Agência Brasília

A secretária de Turismo, Vanessa Mendonça, comemorou o retorno da procissão náutica ao calendário do DF. “O nosso governador resgatou uma das principais ações que traz a memória de Dom Bosco, que não acontecia havia dez anos, isso é da maior importância. Estamos com a comunidade participando, decorando os barcos. É o turismo religioso, náutico, de contemplação e da fé. Dom Bosco merece todo esse nosso carinho, e a renovação da fé e da esperança”

O trajeto náutico em homenagem a Dom Bosco lembra o sonho do padre italiano prevendo o surgimento de uma nova e revolucionária civilização e de onde jorraria leite e mel | Foto: Renato Alves/Agência Brasília

Já o secretário de Economia, André Clemente, reforçou a importância que uma boa gestão pública traz para a cidade. “A palavra de Dom Paulo, arcebispo de Brasília, falando sobre a importância das leis, dos decretos, e sabemos que o nível do governo representa o nível da nossa cidade, as melhorias e a qualidade de vida. É um grande momento para Brasília, um grande momento para o turismo e um grande momento para o Governo do Distrito Federal”.

O público que acompanhou a missa também celebrou tanto Dom Bosco quanto o retorno da procissão náutica em sua homenagem. Maria do Carmo Andrade Silva, de 73 anos, contou que acompanhou as primeiras edições e gostou da missa que foi celebrada. “Achei muito bonita essa participação. Isso aqui é uma maravilha, aqui é onde jorra água e mel”, afirmou.

Também participaram da missa os secretários de Governo, José Humberto Pires, e da Pessoa com Deficiência, Flávio Santos, o Comandante do 7º Distrito Naval, Vice-Almirante Gilberto Santos Kerr, e alguns representantes de embaixadas.


*Com informações da Secretaria de Turismo





Source link

Author

Share