- PUBLICIDADE -

Dia de festa e cuidados com a saúde em unidade de acolhimento no Areal – Agência Brasília

Author

Categories

Share


“Achei ótima a festa, aproveitei tudo, comi bolo. Achei excelente poder participar da festa”, comemora Ivanilda Nascimento, de 48 anos

Corte de cabelos, palestras, aconselhamento em saúde em cuidados pessoais. Com essas atividades e uma festa especial para os acolhidos, o Serviço de Acolhimento Institucional para Adultos e Famílias do Areal (Saiaf- Areal) comemorou 31 anos de funcionamento nesta segunda-feira (20).

Em parceria com a Unidade Básica de Saúde 1 – Areal (Clínica da Família), durante toda a manhã,  cerca de 50 acolhidos da unidade coordenada pela Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes)  assistiram palestras com foco na temática da saúde, receberam kits de higiene e saúde bucal, cortaram o cabelo gratuitamente, fizeram manicure, mediram a pressão e receberam orientações de nutrição.

“No ano passado, nós não pudemos fazer a festa por causa da pandemia da covid-19. Tanto a  comemoração quanto essas atividades de saúde são importantes para o resgate da autoestima dos acolhidos, e valoriza o trabalho dos nossos servidores e colaboradores. Por isso, decidimos retomar neste ano com todos os cuidados de segurança e distanciamento social. São 31 anos. É importante comemorar e apresentar os nossos serviços”, reitera a gerente do Serviço de Acolhimento Institucional para Adultos e Famílias do Areal (Saiaf – Areal), Márcia Caetano Vasconcelos.

Enfermeiro da Clínica da Família, Edmon Martins Pereira é o enfermeiro responsável por fazer semanalmente acompanhamento no Saiaf-Areal por meio dessa parceria entre as Secretarias de Desenvolvimento Social e da Saúde.

“Trabalho aqui na unidade, justamente devido à dificuldade de acesso dessa população em situação de rua aos serviços de saúde. Muitas pessoas atendidas aqui na unidade são idosas ou têm deficiência física. Todos que entram aqui tem que fazer testes rápidos de covid-19, hepatite, sífilis HIV, tuberculose, hanseníase. Só neste ano, já foram realizadas 176 consultas e 760 testes rápidos aqui na unidade”, explica o profissional de saúde.

Os recursos para a compra dos insumos para os kits entregues nesta segunda foram arrecadados com apoio da estudantes universitários do curso de enfermagem de instituições parceiras da Secretaria de Saúde, por meio das redes sociais. Os alunos também colaboraram para pedir doação de roupas e sapatos.

“Fizemos uma arrecadação por PIX, fizemos os kits. Alunos da ESCS também estão nos outros stands falando sobre prevenção de doenças sexualmente transmissíveis e para as mulheres, sobre prevenção do câncer do colo do útero”, relata Lucas Nunes, estudante de enfermagem da Escola de Ciência Superior da Saúde (ESCS)

“Viemos com vários stands, além de palestras sobre higiene bucal, higiene pessoal, alcoolismo, tabagismo. Estamos entregando kits de higiene pessoal, dental, fizemos arrecadação de roupas, sapatos, e temos médicos parceiros aferindo pressão, glicemia, fazendo pesagem, o cuidado da mulher”, destaca Edmon Martins.

Quem esteve no Saiaf-Areal nesta segunda, aprovou a festa. “Achei ótima a festa, aproveitei tudo, comi bolo. Achei excelente poder participar da festa”, comemora Ivanilda Nascimento, de 48 anos. Outro acolhido, o idoso Antônio José comemora o recebimento dos kits de higiene. “O evento está maravilhoso, já recebi meus kits de saúde, já fui na balança me pesar, cortar o cabelo.”

Saiaf – Areal

A unidade realiza acolhimento temporário para homens adultos, idosos, deficientes e famílias, que estejam em situação de rua e desabrigo por abandono, migração e ausência de residência ou pessoas em trânsito no Distrito Federal e sem condições de autossustento. A unidade, atualmente, atende, em média, 95 pessoas por dia.

“O Saiaf -Areal é um local que acolhe pessoas que estão passando por dificuldades, não têm residência ou estão de passagem por Brasília. A unidade garante segurança e encaminhamento para atendimento qualificado com assistentes sociais, psicólogos, educadores, ou seja, oferece uma rede de proteção”, destaca a subsecretária de Assistência Social da Sedes, Kariny Alves. “Ações como essa são fundamentais para que os usuários conheçam um pouco mais sobre a própria saúde.”

Segundo a gerente do Serviço de Atenção Primária da UNS 1 – Areal, Joanna Lima Costa, já são dois anos de parceria da Saiaf-Areal com a Clínica da Família.

“Esses acolhidos são pessoas que não têm endereço, nem referência. Vindo aqui na unidade podemos oferecer um atendimento com acolhimento e dignidade que eles precisam. Eles são um público diferenciado, que não costuma cuidar da própria saúde e procurar pessoalmente os serviços. E ainda tem a questão do falta de endereço fixo, que dificulta os atendimentos”, pontua.

“Ações como essa são educativas e mostram para o acolhido que ele é importante sim, e merece ser valorizado. É uma festa organizada para comemorar os 31 anos da unidade que tem como protagonista o acolhido. Isso também colabora para o resgate de sua autonomia e autoestima, além de ser fundamental para prevenção de doenças”, enfatiza a secretária de Desenvolvimento Social, Mayara Noronha Rocha.

* Com informações da Sedes



Source link

Author

Share