DF Livre de Carcaças limpa ruas de Taguatinga – Agência Brasília

Author

Categories

Share

Em mais uma etapa da Operação DF Livre de Carcaças, no Setor de Oficinas de Taguatinga Norte, nesta quarta-feira (26), equipes do Governo do Distrito Federal (GDF) recolheram dez veículos abandonados. Desde o início da operação, em fevereiro de 2020, já foram retiradas 628 carcaças das ruas do DF.

O objetivo é eliminar focos do Aedes aegypti – transmissor da dengue, zika e chikungunya. A orientação junto à população quanto aos cuidados necessários para acabar com os criadouros do mosquito é uma das prioridades dos servidores dos órgãos participantes, como explica o secretário de Segurança Pública do DF, delegado Júlio Danilo.

Esta é a segunda semana consecutiva que as equipes vão até o Setor de Oficinas de Taguatinga, o que tem agradado empresários locais. Dez carcaças foram retiradas nesta quarta-feira (26) | Foto: Divulgação/SSP-DF

“Os locais em que realizamos a DF Livre de Carcaças, que ocorre praticamente toda semana, são definidos a partir de reuniões semanais junto à Sala Distrital Permanente de Coordenação e Controle das Ações de Enfrentamento às Doenças Transmitidas pelo Aedes (SDCC), em que são apontadas as regiões administrativas com maior necessidade da operação. A partir disso, as equipes se preparam para atuar junto à população  e fazer as orientações. A efetividade desse trabalho é tão grande que muitos proprietários se sensibilizam e acabam retirando esse material das ruas sem que seja necessário o recolhimento por parte do Estado”, explica o secretário.

Esta é a segunda semana consecutiva que as equipes vão até o Setor de Oficinas de Taguatinga, o que tem agradado empresários locais, como Juvenal Dias, proprietário de oficina e galpões na região. “É muito importante que esta medida chegue aqui no setor. Além de eliminar focos da dengue, o que beneficia nossa saúde, o lugar fica mais seguro e mais limpo, e isso é importante para atrair nossos clientes”, conta. Jair Oliveira, um dos fundadores do setor e membro de uma associação local, agradeceu a equipe presente. “Muito obrigado a todos, essa ação é muito importante”, afirmou.

21regiões administrativas já receberam a visita da DF Livre de Carcaças, que é uma ação contínua

Ação conjunta e estratégica

Participam da DF Livre de Carcaças as secretarias de Cidades, Executiva de Políticas Públicas e DF Legal, o Departamento de Trânsito (Detran), a Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) e a Diretoria de Vigilância Ambiental (Dival) da Secretaria de Saúde (SES), além da Secretaria de Segurança Pública (SSP/DF) e membros titulares da Sala Distrital Permanente de Coordenação e Controle das Ações de Enfrentamento às Doenças Transmitidas pelo Aedes (SDCC). A Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap) e o Departamento de Estradas de Rodagem (DER) também atuam junto às equipes.

Para a secretária executiva de Políticas Públicas, Meire Mota, a ação conjunta tem sido essencial. “Em uma ação conjunta da SDCC, com envolvimento e comprometimento dos envolvidos e, principalmente, das administrações regionais e apoio da população no trabalho de localização dessas carcaças, estamos conseguindo promover uma grande limpeza nas cidades. A ação soma saúde, proteção ambiental e segurança, que são políticas públicas fundamentais para o bem-estar da nossa população”.

Identificação

A identificação dos carros é feita pelos Conselhos Comunitários de Segurança (Consegs). “Somado ao apoio dado pelas administrações regionais e a população, a participação dos Consegs na identificação desses materiais é essencial para a continuidade da ação. A segurança é um dos principais fatores apontados pelos representantes dos conselhos, pois a retirada desses carros abandonados contribui com o aumento da sensação de segurança da população”, valoriza o coordenador dos Consegs, Marcelo Batista.

Para contribuir com a identificação desses materiais, basta enviar um e-mail para o Conseg, com informações que facilitem a localização dos entulhos. A DF Livre de Carcaças é uma ação contínua e já ocorreu em Samambaia, Candangolândia, Guará, Sudoeste, Taguatinga, SIA, Plano Piloto, Paranoá, Ceilândia, Santa Maria, Gama, Recanto das Emas, Riacho Fundo, Sobradinho, São Sebastião, Núcleo Bandeirante, Arniqueira, Riacho Fundo II, Cruzeiro e Planaltina. Também foram contempladas as faixas de domínio do DER, dos pátios da 15ª e 19ª delegacias de polícia e do Setor de Oficinas Sul (SOF).



Source link

Author

Share